TVL1 - O portal de notícias da TV Lafaiete! Acesse diariamente e confira informações de Conselheiro Lafaiete e região.

Mulher lafaietense é encontrada morta em Ipatinga.

A policia civil do Vale do Aço, está investigando o misterioso homicídio. Uma mulher foi encontrada morta, ontem domingo(1) com um tiro na cabeça, em uma estrada próxima à saída de Ipatinga para Governador Valadares.  Segundo a policia militar, eles foram acionados por ligações para o numero 190, de pessoas que passarem pelo local e viram o corpo da mulher numa estrada vicinal, que fica a 500 metros da BR 381, no distrito de Rocinha, em Santana do Paraiso.  

Próximo ao corpo, a policia encontrou uma bolsa com todos os documentos da vitima, identificada, como sendo, Silvana de Castro Duarte Cardoso, de 44 anos, formada no curso técnico em Contabilidade e moradora da Rua Tabajara, Bairro Carijós, em Conselheiro Lafaiete.

Levantamentos posteriores, confirmaram que Silvana era lafaietense e que havia se separado do marido e desde então estava morando com um filho de 4 anos e uma tia, na Rua Brasil, no Bairro Progresso.

 


FOTO: Wellington Fred  (Jornal Diário do Aço de Ipatinga) + Reprodução
local mortesilvana
Silvana de Castro Duarte, de 44 anos, morava em Conselheiro Lafaiete

Silvana, segundo a pericia do IML de Ipatinga, morreu por múltiplas  perfurações pelo corpo, provocadas por disparo de arma de fogo.  Os investigadores estão procurando uma picape Fiat Strada, cujo motorista, chamou a atenção, por ficar  observando, à distância os trabalhos da PM.

O homem, também misterioso, fugiu em direção a Ipatinga quando percebeu que seria abordado pela Policia Militar.

Investigações, junto aos familiares de Silvana, revelaram  que ela foi para Ipatinga na semana passada, onde realizou um saque de R$ 6 mil reais de sua conta bancária em uma agência da Caixa Econômica Federal. Em seguida, Silvana foi para Belo Horizonte, onde pegou um ônibus, e retornou  para  Ipatinga.

O mistério é ainda maior, pois os membros da família informaram que ela  não tinha parentes na região de Ipatinga. E ninguém soube informar  o que ela teria ido fazer no Vale do Aço.

“Todos estavam estranhando o caso. Ela havia se separado do marido há cerca de um ano”, informou um parente que  pediu para não ser identificado.  Agora a tarde, dois irmãos e o ex marido estão em Ipatinga,.

Eles vieram para fazer o reconhecimento do corpo, no Instituto Médico-Legal e providenciar seu traslado para Conselheiro Lafaiete, onde deverá ser sepultado amanhã.

                                                              

 

 

Campanhas Educativas